A obrigacao de registrar ativos fixos

Cada empresário, de acordo com a Lei de Contabilidade aplicável, tem como objetivo manter registros dos ativos da empresa. Tal registro é registro de ativos fixos.

Ativos fixos da empresa são: terra, direito de usufruto de terra perpétua, edifícios e estruturas, máquinas, meios de transporte, equipamentos e outros dispositivos, cujo preço em seu elemento excede o montante de três mil e quinhentos também requer copropriedade ou propriedade do contribuinte ou empresa. A obrigação de inserir um ativo no registro de ativo imobilizado ocorre no mês em que foi efetuado.

Os registros de ativos fixos provavelmente serão levados em um livro comprado em quadros de trabalho, em cartões impressos com colunas direitas de um computador, em mapas feitos à mão com tabelas desenhadas ou em cadernos sem tabelas apropriadas, porém as entradas devem contar todos os dados necessários para registrar. O motivo é preencher manualmente o documento usado na corporação.

ativos fixos são registrados com base em documentos que contêm o valor inicial de medidas digitados. Tabela para registro de ativos fixos deve ser: o número ordinal, data da compra e discrição para usar os dados do documento confirmando a compra, a descrição do ativo, um símbolo da classificação de ativos fixos, a taxa de preço inicial de depreciação (ligados lá de anos de uso, o valor da depreciação atualizados o valor inicial, a amortização atual ea data do recurso, juntamente com a iniciativa de levar a cabo. No caso da venda do centro inserir a data da venda, se o ativo é destruído, você deve incluir a liquidação protocolo. Mencionando a lei aplicável, a empresa deve levar todos os documentos comprovativos de compra de ativos fixos.